PAS´21.

Nota Informativa


O Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio, criado pela CASES em 2012, destina-se a homenagear as pessoas singulares e coletivas que, em cada ano, mais se tenham distinguido no setor da Economia Social.

Na presente edição o Prémio será atribuído nas seguintes categorias:

  • Inovação e Sustentabilidade

    Categoria

    A)

    visa premiar entidades da Economia Social que se tenham distinguido pelo desenvolvimento de projetos inovadores e sustentáveis para responder a problemas e desafios sociais ou ambientais em Portugal.

  • Estudos e Investigação

    Categoria

    B)

    visa premiar pessoas e entidades autoras de estudos e trabalhos de investigação no âmbito da Economia Social, designadamente, trabalhos sobre Cooperativas, Mutualidades, Fundações, Associações, Misericórdias e IPSS ou trabalhos transversais dentro do sector da Economia Social em Portugal.

  • Estudos e Investigação na Lusofonia

    Categoria

    C)

    visa premiar pessoas e entidades autoras de estudos e trabalhos de investigação no âmbito da Economia Social, designadamente, trabalhos sobre Associações, Cooperativas, Fundações, Mutualidades ou outras entidades da Economia Social, ou trabalhos transversais dentro do sector da Economia Social, relativos a países de língua oficial portuguesa, excluindo Portugal (os trabalhos exclusivamente sobre Portugal serão contemplados na alínea b) deste ponto).

  • Formação Pós-Graduada

    Categoria

    D)

    visa premiar instituições de ensino superior que se tenham distinguido pela qualidade da sua oferta formativa de nível pós-graduado (incluindo especializações, pós-graduações, mestrados e doutoramentos) no âmbito da Economia Social. Esta categoria, com regularidade bianual, integrará o Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio na presente edição de 2021.

  • Trabalhos de Âmbito Escolar

    Categoria

    E)

    visa premiar trabalhos da comunidade escolar, ao nível do primeiro, segundo e terceiro ciclos do ensino básico, ensino secundário e profissional, tanto a nível do ensino público como privado, que envolvam alunos e professores na vivência e difusão de teorias e práticas de Economia Social em Portugal.

  • Trabalhos Jornalísticos

    Categoria

    F)

    visa premiar jornalistas que sejam autores de trabalhos jornalísticos publicados acerca de um tema diretamente associado à Economia Social em Portugal.

PAS´21.

Prémio de Honra


O Prémio de Honra Personalidade da Economia Social 2021 visa distinguir pessoas singulares pela sua dedicação, ação e estudo na área da Economia Social, designadamente, pela sua carreira na gestão de entidades e/ou estudo do setor; promoção de ações inovadoras e sustentáveis; criação ou reforço de dinâmicas interinstitucionais; divulgação e contribuição para a relevância pública do tema; capacidade de mobilização social e melhoria das relações do setor com o Estado.

O Prémio de Honra Personalidade da Economia Social 2021 divide-se em duas subcategorias, sendo atribuído a personalidades que se tenham distinguido pela carreira e pela capacidade empreendedora:

  • Honra à Carreira

    Categoria

    A)

    premiando uma personalidade pela sua carreira na gestão de entidades da Economia Social, no apoio e dinamização do setor, ou no ensino, promoção ou investigação no campo da Economia Social, contribuindo significativamente para o seu reconhecimento e desenvolvimento.

  • Honra à Capacidade Empreendedora

    Categoria

    B)

    premiando uma personalidade pelo seu contributo relevante para a conceção e promoção de ações e empreendimentos inovadores e sustentáveis no setor da Economia Social, em particular no seio das entidades que o integram, ou através de estudos promotores do empreendedorismo social.

Candidaturas

O período para submissão de candidaturas é de 2 de maio a 31 de julho de 2021.

Prémio de Honra

Ao Prémio de Honra Personalidade da Economia Social 2021 não corresponde qualquer valor pecuniário, sendo meramente honorífico.

Informação

A cada uma das seis categorias de a) a f) corresponde um prémio de 3000€.

Parcerias

Para a categoria de Trabalhos de Âmbito Escolar, de acordo com Protocolo celebrado entre a CASES e o Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (CNSF), é atribuído ao/à vencedor/a a frequência de módulos de formação financeira. Destaque-se ainda a parceria com a iniciativa Portugal Inovação Social, com enfoque específico na categoria de Inovação e Sustentabilidade.